Notícias

Alteração temporária de terminal no Centro
29/05/2018




Alteração Linha Ipiranga PUC/Borges no bairro
16/03/2018




Extinção de ramal IPANEMA/JARDIM ISABEL
26/02/2018




Alteração de Itinerário Linha Jardim Vila Nova
16/02/2018




Alteração de Itinerário Linha Parque dos Maias
04/01/2018




Alteração de Itinerário Linha Sarandi
27/12/2017




Lotação é o 4º meio de deslocamento mais vantajoso
28/09/2017

Lotação é o 4º meio de deslocamento mais vantajoso

 

Bicicleta chega na frente em Desafio Intermodal do DetranRS
Bicicleta chega na frente em Desafio Intermodal do DetranRS - Foto: Aline Eberhardt

O DetranRS encerrou as ações da Semana Nacional de Trânsito demonstrando que há opções saudáveis de deslocamento que não poluem e ainda economizam tempo e dinheiro. Dentro do espírito do tema escolhido pelo Denatran – Minha escolha faz a diferença no trânsito – servidores do DetranRS se voluntariaram para deslocar-se de um ponto de partida na esquina da avenida Goethe e rua 24 de Outubro até o prédio onde se situa a sede administrativa da Autarquia. A ideia era reproduzir a realidade de quem se desloca para o trabalho no início da manhã, chegando ao DetranRS a tempo do início do expediente, às nove horas. A largada aconteceu pontualmente às 8h30min.

Os modais escolhidos foram ônibus, lotação, motocicleta, carro e bicicleta. Os pedestres foram representados duplamente, com uma servidora caminhando e outra correndo. O resultado não é surpreendente para quem trabalha na área de trânsito e mobilidade, mas, ainda assim, muita gente se espantou com o desempenho do ciclista: 11 minutos e cinco segundos, contra 18 minutos e 59 segundos do carro. Como a ação procura reproduzir as situações do cotidiano, quem foi de carro precisou contabilizar o tempo de estacionamento, quem foi de ônibus e lotação o tempo aguardando na parada e o trajeto complementar a pé, e assim sucessivamente.

O Desafio Intermodal é uma iniciativa que ocorre em muitos países. Embora a questão do tempo de trajeto sobressaia, a ação é uma oportunidade para comparar muitos outros dados, alguns mensuráveis, outros não. O custo costuma ser um item que as pessoas levam em consideração ao pensar em seus deslocamentos diários, pois o transporte pode pesar decisivamente no orçamento. O DetranRS contabilizou no caso do transporte coletivo somente o valor da passagem (R$ 4,05 no caso do ônibus e R$ 6 no caso da lotação). A moto gastou R$ 0,38 de combustível, mas se precisasse pagar uma diária de estacionamento seria necessário acrescentar mais R$ 8, em média. O motorista de carro é quem teria de desembolsar mais: R$ 1,94 de gasolina, mais cerca de R$ 13 de estacionamento, se mensalista, podendo chegar a R$ 25 a diária avulsa na região central. Não foram contabilizados outros custos, como seguro ou impostos. Naturalmente, as duas pedestres e o ciclista consumiram somente calorias e nenhum centavo.

A questão ambiental também ganha espaço nos Desafios Intermodais ao redor do mundo. De fato, a chamada pegada de carbono – ou o rastro de gás carbônico que lançamos na atmosfera ao retirarmos energia de combustíveis fósseis – é uma das principais causas de poluição ambiental, e os veículos automotores estão à frente do problema, lançando no ambiente metais pesados e colaborando decisivamente para o efeito estufa. A pegada de carbono é nula quando nos deslocamos a pé ou de bicicleta. Pedestres e ciclistas também relatam mais disposição e boa forma, bem-estar e qualidade de vida de forma geral. Mais um motivo, e dos mais importantes, para repensar nossas opções de deslocamento nas cidades.

Confira na tabela abaixo os resultados gerais do Desafio.

 

fonte: www.detran.rs.gov.br




Alteração de Itinerário Linha Chácara das Pedras
11/09/2017




Implantação de ramal linha OTTO/CAMPO NOVO
11/09/2017




Alteração de Itinerário Linha Guáruja - Ponta Grossa
27/10/2016




PARABÉNS !!!
05/09/2016

Gostaríamos de compartilhar os elogios citados abaixo, e parabenizar os nossos colaboradores pela presteza do serviço com a delicadeza e honestidade que nossos usuários merecem!

É com esse objetivo que buscamos melhorar nossos serviços para melhor atender os nossos clientes.

 

 




Força-tarefa para combate a assaltos a lotação é lançada em Porto Alegre
11/03/2016

Força-tarefa para combate a assaltos a lotação é lançada em Porto Alegre
 
Núcleo específico atenderá ocorrências em coletivos, táxis e lotações

 

Força-tarefa para combate a assaltos a ônibus é lançada em Porto Alegre. Foto: Polícia Civil / Divulgação / CP

Força-tarefa para combate a assaltos a ônibus é lançada em Porto Alegre. Foto: Polícia Civil / Divulgação / CP

Dois delegados vão comandar o novo núcleo especializado em crimes contra o transporte público de Porto Alegre. Hoje pela manhã, uma solenidade marcou o início dos trabalhos da divisão, que será comandada pelos delegados Carlos Wendt e Marco Antônio dos Santos, e ficará sediada na  2ª Delegacia de Polícia, no bairro Menino Deus. O secretário de Segurança Pública, Wantuir Jacini, compareceu ao evento e disse que a força-tarefa vai diminuir os assaltos a ônibus, táxis e lotações. Os registros de crimes em coletivos podem ser feitos em qualquer delegacia da Capital, mas a investigação ficará à cargo do núcleo.

Compareceram ao evento também o chefe da Polícia Civil, delegado Emerson Wendt, o diretor da EPTC, Vanderlei Cappellari, o comandante do Policiamento da Capital, coronel Mário Ikeda e representantes dos rodoviários e taxistas.

Conforme a Secretaria de Segurança, no mês de janeiro, foram cometidos 68 ataques na cidade, uma média superior a dois crimes por dia. Mesmo que os assaltos envolvam coletivos de transporte intermunicipal, se o crime ocorrer no perímetro urbano de Porto Alegre, será investigado pela força-tarefa.


Fonte:Eduardo Paganella - www.radioguaiba.com.br




Como passear com seu cão ou gato no ônibus
14/09/2015

 

 

Em Porto Alegre, cães e gatos já podem andar em ônibus, lotação e táxi. Em vídeo, mostramos quais são as regras.

 

 

Reportagem: Greyce Vargas

Imagens: Omar Freitas

Edição Bárbara Müller

 

Fonte: http://videos.clicrbs.com.br/rs/zerohora




Como será o transporte de animais nos lotações de Porto Alegre.
27/04/2015

Maio pode ser marcado como o mês em que cães e gatos poderão ser passageiros de ônibus e lotações em Porto Alegre. Um projeto de lei, criado pela prefeitura, foi aprovado na Câmara de Vereadores em 8 de abril e deve chegar ao gabinete do prefeito para sanção nos próximos dias. A previsão é de que a novidade vire lei em até 15 dias depois.

Se entrar em vigor, cães e gatos de até 10 quilos poderão ser transportados em caixas específicas para esse fim. Mas é preciso seguir algumas regras: se latir, fizer cocô ou xixi, ou vomitar, mesmo que dentro da caixa, o dono terá de descer na próxima parada.

Além disso, quem leva o animal deve portar o cartão de vacinação do pet com, pelo menos, os tipos antirrábicos e polivalentes em dia. O motorista pode se recusar a levar o bichinho se o documento não estiver em mãos ou atualizado.

O pagamento ou não de tarifa dos animais é uma decisão da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).

— Os animais não pagarão passagem para andar nos ônibus e lotações desde que sejam levados no colo dos seus donos. Eles não poderão ocupar um assento — diz Vanderlei Cappellari, diretor-presidente da EPTC.

Projeto de lei determina horário em que animais podem transitar nos coletivos

O projeto de lei que espera a assinatura do prefeito José Fortunati prevê que apenas quatro animais podem ser transportados por vez. Se passar desse número, o motorista deve explicar ao passageiro que deve aguardar o próximo veículo. Há restrições quanto ao horário também: os animais só podem ser transportados entre 10h e 16h e das 21h  às 6h.


Veja como deve ser a caixa para levar seu pet nos ônibus, lotações e táxis da Capital

 

Fonte: Zero Hora
http://zh.clicrbs.com.br/rs/




População do extremo sul satisfeita
07/11/2014

Usuários aprovam lotações da Restinga e de Belém Novo

07/11/2014 12:49:41

Foto: Lucas Barroso/Divulgação PMPA
Frota das linhas é de 34 veículos, com capacidade para 25 pessoas sentadas

Frota das linhas é de 34 veículos, com capacidade para 25 pessoas sentadas

Foto: Lucas Barroso/Divulgação PMPA
Mesmo com trajetos longos, tem mesma passagem da lotação comum, R$ 4,40

Mesmo com trajetos longos, tem mesma passagem da lotação comum, R$ 4,40

 

Começaram a circular nesta sexta-feira, 7, as novas linhas de lotação da Restinga e de Belém Novo, que atendem os bairros da zona Sul da Capital. A frota das linhas é de 34 veículos, sendo 18 para Restinga e 16 para a Belém. A média de intervalo entre as viagens, no primeiro dia e no turno da manhã, variou de seis a 12 minutos, conforme fiscais da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), que monitoram o serviço nos pontos de embarque e desembarque. 

Os primeiros usuários aprovaram as novas linhas. José Saldanha, servidor público e morador da Restinga, utilizou a linha desde o bairro e em 45 minutos chegou até o Centro Histórico. “Fiquei sabendo da nova lotação pela imprensa. Resolvi pegar a linha para ver como funciona e foi bem tranquilo. É uma ótima alternativa”, disse. 

O motorista da linha Belém Novo, Luis Henrique, ressalta que os primeiros dias de operação ainda serão de muitas dúvidas por parte dos passageiros. “Os motoristas e os fiscais estão tendo essa missão de informar bastante. As principais dúvidas são em relação ao trajeto e os horários. Já tive uma viagem com a capacidade quase máxima. Para um primeiro dia é muito bom”, avalia.

Nilza Maria, aposentada que mora no Beco do Adelar, na Juca Batista, foi até o fiscal perguntar onde as linhas circulam. “Falei com o pessoal aqui e descobri que tenho mais duas opções para ir pra casa. Ficou muito bom pro povo do extremo Sul. Hoje mesmo já vou pegar uma das novas lotações”, afirmou. 

Bilhetagem  - O serviço opera com bilhetagem eletrônica (Cartão TRI - somente para o Passe Antecipado),





 

Porto Alegre - RS Fone (51) 3233-8222 - atl@atlpoa.com.br


Projeto Quatrocom - Desenvolvimento Webbureau